v
_

Cacá, o carismático

No palco, o poeta Cacá Lopes declamava, discursava, cantava e tocava.  Com calça xadrez, camiseta preta e anéis, Cacá é elegante, hábil com as palavras e com os dedos: toca violão com o instrumento deitado sobre as pernas. Pernambucano de Araripina, mesma terra onde nasceu Luiz Gonzaga e Patativa do Assaré, vive em São Paulo há 24 anos. Ele, assim como outros cordelistas – Costa Senna entre eles -, tem um foco especial no tema da educação para crianças. Ao final da apresentação, cantou a música mais conhecida que já compôs: “Cacá”. Com a influência do cordel e com um trava-língua divertido, a música, feita para crianças, encantou a todos da plateia.

O que é que Cacá qué?
Cacá qué caqui
Que caqui que Cacá qué?
Qué Cacá qualqué caqui

Cacá contou por que toca o violão com uma técnica diferente. O braço esquerdo do cordelista sofreu um problema durante a infância e ficou atrofiado. Por isso, o poeta toca violão apenas com a mão direita, usando uma técnica curiosa e especial.

Share

Credits

Sorry, there are no info for this photograph

Reply