v
_

Cordel em São Paulo

A Professora Jerusa Pires Ferreira é ensaísta e pesquisadora sobre oralidade, conto popular, literatura de cordel, entre outros temas. Nascida no sertão baiano, Jerusa se mudou em 1977 para São Paulo e, desta data até 1986, ela acompanhou o desenvolvimento do cordel na capital paulista. O poeta de cordel e pesquisador Marco Haurélio, em texto publicado em 2011 no site “Cordel Atemporal”, afirma que considera Jerusa a maior estudiosa da literatura de cordel no Brasil.

Em “Memórias de Jerusa Pires Ferreira: a história do cordel em São Paulo”, a professora faz um depoimento sobre a vinda do cordel para São Paulo, a imigração nordestina, os antigos pontos de cantoria da cidade, como o Brás e a Rua Auguta e debate o preconceito que os nordestinos e o cordel ainda sofrem na capital paulista.

 

 

 

Share

Credits

Memórias de Jerusa Pires Ferreira: a história do cordel em São Paulo

Reply