v
_

Biblioteca Belmonte e a festa junina

A rua Paulo Eiró, localizada nas entranhas do centro comercial do bairro de Santo Amaro, próxima à Estação Largo Treze, na zona sul de São Paulo, é repleta de lojas populares que vendem os mais diversos produtos a preços mais baixos que o normal, com músicas em altíssimo volume e adesivos grandes e amarelos que indicam promoção, liquidação, queima de estoque, pague três e leve dois. Subindo a rua três quadras desde a Estação, encontra-se a Biblioteca Belmonte, da prefeitura da capital paulista, que tem como tema a cultura popular desde agosto de 2007, quando passou a acrescentar ao acervo existente pilhas e pilhas de livros sobre usos e costumes, lendas, folclore, cultos afro-brasileiros, etc. Ao todo, a biblioteca reúne mais de mil livros sobre o tema e cerca de 500 folhetos de cordel.

Como difusora das produções culturais tradicionais brasileiras, o local tem uma programação preenchida com contação de histórias, shows, peças, exposições – inclusive com duas mostras permanentes de xilogravura -, lançamento de livros, encontros de escritores cordelistas, etc.

Neste ano, o calendário da biblioteca marcava, para o  dia 30 de junho das 10h às 16h, o VI Arraial Literário da Biblioteca Belmonte, que reuniu frequentadores, funcionários e pessoas que vivem pela cultura popular, com a presença especial de membros da Caravana do Cordel, representada na ocasião pelos poetas Cacá Lopes, de Araripina-PE, e Pedro Monteiro, de Campo Maior-PI.

No dia, especialmente dedicado ao centenário de Luiz Gonzaga, o estacionamento do local transformou-se em um típico arraial de festa junina com a autêntica música sertaneja, apresentada por músicos nordestinos que relembravam a trajetória do rei do baião. Penduradas entre as tendas, as bandeirinhas de festa junina foram complementadas com outras com versos de cordel. Os quitutes e guloseimas desta tradicional festa – bolo de milho, curau, tapioca, etc – também deram a sua graça ao lugar.
Em uma das tendas, Cacá Lopes e Pedro Monteiro montaram com capricho uma barraquinha de cordéis para venda, a maioria da editora Luzeiro, a mais antiga editora de cordel do Brasil. Cacá e Pedro se apresentaram rapidamente no final da festa, declamando cordéis e falando sobre Luiz Gonzaga. Cacá, inclusive, mostrou o livro que lançaria quase dois meses após este dia na Livraria Cortez sobre o cantor: “Vida e Obra de Gonzagão – O mais completo cordel ilustrado sobre Luiz Gonzaga”, da Ed. Ensinamento.
Cacá Lopes declama versos do seu livro “Vida e Obra de Gonzagão”

Os músicos, poetas, funcionários e frequentadores que entraram nas rodas de dança da biblioteca foram agraciados pelo céu azul e sol quente, que deixaram tudo ainda mais bonito.

Dança do arraial
Tenda de Cacá Lopes e Pedro Monteiro na Belmonte
Detalhe de boneco do Patativa do Assaré
Banca de venda de cordel
Sanfoneiro
Tenda de Cacá Lopes e Pedro Monteiro
Pedro Monteiro
Tenda de cordel
Bandeirinhas
Fim de festa
previous
next

 

Biblioteca Belmonte

Rua Paulo Eiró, 525, Santo Amaro, São Paulo, SP
Tel.: 11 5687-0408
bmbelmonte@yahoo.com.br

Share

Credits

Sorry, there are no info for this photograph

Reply